• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Curso do Cepel capacita profissionais do setor elétrico em boas práticas de pintura anticorrosiva

Detalhes: Notícias

Curso do Cepel capacita profissionais do setor elétrico em boas práticas de pintura anticorrosiva

04-09-2019

Contribuir para a garantia da qualidade dos serviços de proteção anticorrosiva no setor elétrico brasileiro, aumentando a vida útil dos materiais e reduzindo custos para as empresas. Este é o objetivo do curso Fundamentos de Inspeção de Pintura Anticorrosiva, realizado semestralmente pelo Cepel. A última edição, entre 26 e 30 de agosto, contou com a participação de engenheiros e técnicos da Eletronorte, Associado Fundador do Centro, e da Eletronuclear, Amazonas GT e Light, seus Associados Especiais. Os profissionais consideraram o conteúdo programático apresentado bastante útil para a prevenção e resolução de questões relacionadas à corrosão em suas empresas.

 


O técnico em Linhas de Transmissão da Eletronorte Felipe Franco assinalou que as linhas de transmissão são equipamentos constantemente expostos a intempéries, condição que favorece a corrosão. Neste sentido, afirmou que as informações apresentadas vão nortear a implementação de medidas preventivas e de combate ao problema. Além disso, comentou sobre um caso inusitado. “Hoje, temos um trecho das nossas linhas em uma condição atípica, alagado por uma usina hidrelétrica. Mas, não está previsto nenhum tipo de inspeção e manutenção em torres alagadas. O conhecimento que adquirimos no curso vai possibilitar uma experiência de campo e, principalmente, nos ajudar a solucionar um problema real”.

 


Já o técnico de campo da Light José Fernando da Silva Gonçalves Júnior comentou que a empresa tem encontrado vários casos de corrosão em transformadores submersíveis e subterrâneos. Segundo ele, o curso vai possibilitar uma atuação mais eficaz na aquisição e aplicação corretas de materiais, bem como na supervisão dos serviços, oferecendo “plenas condições de avaliar as especificações e alterá-las quando necessário para aumentar a vida útil dos equipamentos”.

 


“Em pintura anticorrosiva, a inspeção em campo deve ser realizada durante todo o tempo de execução do serviço, com o devido registro nos relatórios de inspeção. Dessa forma, além de se ter um histórico de todas as etapas envolvidas na pintura, garante-se que as boas práticas de proteção sejam atendidas e que se tenha um bom desempenho anticorrosivo dos revestimentos aplicados”, ressaltou o pesquisador Alberto Ordine, responsável pelo Laboratório de Corrosão do Cepel.

 


A capacitação

 


De caráter eminentemente prático, o curso é embasado nas Normas Eletrobras de Pintura Anticorrosiva. Lançado em 2016, sob coordenação do Cepel, e em sua segunda edição, o normativo estabelece padrões de qualidade de procedimentos e de tintas na proteção anticorrosiva de estruturas metálicas e equipamentos elétricos, tanto para a fase de projeto quanto para a de serviços de manutenção.

 


Dentre os tópicos apresentados no curso, estão fundamentos de corrosão metálica; métodos de preparação de superfície; análise de abrasivos; tintas e esquemas de pintura; preparação de superfície por jateamento abrasivo e por ferramentas mecânicas; caracterização de tintas líquidas; métodos de aplicação de tintas líquidas; aspectos econômicos e controle da qualidade de tintas; especificação de esquemas de pintura; classificação de grau de degradação de pintura; e ensaios de aderência. Na atividade de inspeção em campo, os participantes têm a possibilidade de aplicar os conhecimentos adquiridos, classificando problemas de corrosão, avaliando suas possíveis causas e propondo soluções.

 


“Observamos que os alunos fazem conexões dos conhecimentos recebidos com problemas reais que têm na manutenção de estruturas metálicas e equipamentos elétricos. Eles entendem por que a corrosão aconteceu, como poderia ter sido evitada e qual a solução a ser empregada para resolver o problema e ampliar a vida útil dos ativos das empresas”, comentou Alberto.

 


Além de Alberto Ordine, integram a equipe de Corrosão do Cepel Cristina Amorim, Elber Bendinelli e Marcos Martins de Sá.
A próxima edição do curso está prevista para agosto de 2020. Mais informações: eventos@cepel.br