• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel apresenta soluções voltadas aos desafios tecnológicos do setor, em evento internacional do Cigre-Brasil

Detalhes: Notícias

Cepel apresenta soluções voltadas aos desafios tecnológicos do setor, em evento internacional do Cigre-Brasil

28-08-2019

O Cepel participou do Workshop Electricity for All, promovido pelo Cigre-Brasil, nos dias 20 e 21 de agosto, no Rio de Janeiro. O Centro foi representado no evento pelo diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, Raul Balbi Sollero, pelo diretor de Laboratórios e Pesquisa Experimental, Orsino Borges Filho, e pela pesquisadora Katia Cristina Garcia, que proferiram palestras em sessões técnicas distintas, abordando temas centrais para o setor elétrico atual, como a integração de fontes renováveis ao sistema, o desempenho de sistemas em ultra-alta tensão e o desenvolvimento sustentável da eletricidade.

 


O workshop reuniu especialistas do mundo todo para o debate sobre questões estratégicas envolvendo energia elétrica. Como atividade complementar, cerca de 30 participantes realizaram, no dia 23, visita técnica ao Laboratório de Ultra-Alta Tensão do Cepel, localizado na Unidade Adrianópolis (Nova Iguaçu/RJ). A visita sucedeu a Reunião do Conselho de Administração do Cigré, ocorrida no dia 22 e manhã de 23.

 


Integração de fontes renováveis ao sistema

 


Em sua apresentação “Observability and Control of Distributed Energy Resources", Sollero abordou os desafios envolvidos na integração de fontes de energia variáveis e intermitentes, como solar fotovoltaica e eólica, sob o ponto de vista da operação dos sistemas elétricos. Particularmente aquelas fontes de pequeno porte, que não são supervisionadas ou controladas por concessionárias e operadores.

 


Sollero também discorreu sobre as dificuldades adicionais para a previsão da carga líquida do sistema, a possível degradação da segurança sistêmica frente a distúrbios, e o stress imposto às fontes convencionais, despacháveis, para viabilizar a operação estável e equilibrada de sistemas com forte participação de geração distribuída variável. Neste contexto, o diretor elencou tecnologias e recursos capazes de contornar ou mitigar tais desafios, como as associadas aos modernos inversores eletrônicos que integram essas novas fontes.

 


Ao final, Sollero mencionou algumas iniciativas do Cepel associadas ao tema. “Foram apresentadas ferramentas avançadas para avaliação da segurança sistêmica e aconselhamento aos operadores, disponíveis ou em desenvolvimento no SAGE [Sistema Aberto de Gerenciamento de Energia], bem como a infraestrutura prevista para o novo Laboratório de Redes Inteligentes do Centro, voltado a ensaios e à validação desses novos componentes, tecnologias e soluções”, assinala.

 


Desempenho de sistemas em Ultra-Alta Tensão (UAT)

 


A apresentação do diretor Orsino Borges de Oliveira Filho foi sobre o tema “Performance of UHV AC-DC Systems - Challenges on Testing UHV Equipment”, elaborada em conjunto com o pesquisador do Cepel José Antonio d’Affonseca Cardoso, que também esteve presente no evento.

 


Em um primeiro momento, Oliveira Filho centrou sua apresentação nos aspectos relacionados ao desempenho de sistemas em ultra-alta tensão, destacando a importância da realização de ensaios em equipamentos elétricos classe UAT, sobretudo para a operação segura e ininterrupta destes sistemas.

 


Em seguida, o diretor abordou as principais dificuldades enfrentadas para realização destes ensaios em UAT. "Tais dificuldades são decorrentes, principalmente, dos níveis de tensão muito elevados e das grandes dimensões dos equipamentos e, consequentemente, da complexidade dos arranjos necessários em laboratório”, explica. Para exemplificar, elencou alguns ensaios realizados nos laboratórios do Cepel envolvendo arranjos representativos do sistema UATCC de Belo Monte.

 


ODS no setor elétrico brasileiro

 


Na palestra intitulada “The Electric Sector Transforming Brazil: Access to Sustainable and Reliable Energy, Respecting the Environment and Helping the Vulnerable Communities”, a pesquisadora Katia Cristina Garcia destacou a importância de se abordar o tema “Energia Sustentável para Todos” considerando-se os diferentes aspectos do Desenvolvimento Sustentável, como os desafios globais relacionados à erradicação da pobreza, questões climáticas, degradação ambiental, prosperidade, paz e justiça.

 


Neste sentido, a pesquisadora apresentou os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pelas Nações Unidas em 2015, o status da sua implementação no setor elétrico brasileiro, e como o CE-C3 (Comitê de Estudos do Cigre sobre Desempenho Ambiental de Sistemas) vem trabalhando esta questão. Ao final, a pesquisadora convidou todos os Comitês de Estudo e Grupos de Trabalho do Cigre a observarem as 169 metas dos 17 ODS no desenvolvimento de seus trabalhos. “A proposta é que busquem levantar tecnologias disruptivas, breakthrough Innovation e novos modelos de negócio que deem conta não apenas dos desafios energéticos e financeiros dos EPS [Electric Power Systems], mas, também, das questões sociais e ambientais”, esclarece.

 


Visita ao Laboratório de Ultra-Alta Tensão do Cepel

 


Participaram da visita o presidente do Cigre Internacional, Robert Stephen, e o diretor-presidente do Cigre-Brasil, Saulo José Nascimento Cisneiros, bem como membros dos comitês nacionais da Áustria, Finlândia, Espanha, Islândia, Alemanha, Noruega, Polônia, Eslovênia, Ucrânia, África do Sul, China, Estados Unidos, Canadá, Paraguai, Argentina e do Brasil.

 

 


Os visitantes foram recepcionados pelo chefe de Departamento de Laboratórios de Adrianópolis, Alberto Junqueira, e pelo pesquisador José Antonio d’Affonseca Cardoso, que lhes apresentou a infraestrutura do Laboratório de Ultra-Alta Tensão do Centro, destacando algumas atividades de P&D em andamento. Na ocasião, também assistiram a um ensaio para o projeto de P&D sobre procedimentos de manutenção em linha viva para sistemas de UATCC 800 kV.